quinta-feira, 21 de julho de 2016

HIPÓDROMO DO CRISTAL

A CAMINHO DOS 2º LUGAR ENTRE OS HIPÓDROMOS DO BRASIL




HOJE - COMMINGLE - CRISTAL X MAROÑAS -



www.suaposta.com.br



PROGRAMA OFICIAL DA 3ª CORRIDA 
- ANO HÍPICO 2016/2017
30ª Reunião (JCB) - QUINTA-FEIRA, 21/07/2016

Em foco: Grande Prêmio Bento Gonçalves-G1

Kacique Fon - carta local no Bento 2016

Nesta quinta-feira a comissão de corridas organizou o Clássico Ministro da Agricultura que abre o processo de seleção a magna prova de graduação máxima do calendário gaúcho e principal competição sobre areia em 2.400 metros, para todo cavalo de quatro anos e adiante.

Com cinco lauréis consecutivos na distância e contra a mais qualificada companhia de fundistas locais, Kacique Fon (Public Purse) assume a condição de cotizado. O castanho de cinco anos ostenta valoriza a condição de plebiscitado pelos cuidados de seu compositor Herminio Machado. A carreira com sete concorrentes, apresenta como principal rival ao favorito, seu sócio de teto. Com quatro impctos em série Tche Barbaridade (Exclusive Quality) -foto- vai propor a contenda e leva em seu dorso o excelente campeão das estatísticas, Claudinei Farias, um handicap incomparável.

By M. Rozano/De Turf Un Poco

ESTREIAS, REAPARECIMENTOS E INDICAÇÕES

4º Gato Artax: chega pronto do Amorim com ficha boa para a turma, em
sua última atuação pagou placê para Amigo da Onça.
5º Of Mind: seu ajuste final foi de 39s para os 600 metros firme em dia
que a raia estava bastante pesada.
6º Amigo da Onça: sua última atuação no Amorim foi vitoriosa, superando
seu companheiro de farda Gato Artax.
7º Life Style: assombrou nos matinais, pois passou 2.400 metros de
bigode aberto, fechando os últimos 1.000 metros em 65s exatos.
7º Ovunque: outro que tem impressionado nos privados, foi visto
passando 2.400 metros, ocasião que fechou os últimos 1.200 metros em
79s, arrematando em pouco menos 13s os 200 finais.
7º Tchê Barbaridade: vem sendo preparado com carinho, suas passadas
são apenas para folego e visando final, anda tinindo.
9º Super Sexy: segundo dizem aprontou em 38,50s para os 600
metros com reservas.
11º Turupi: retorna bem movido, tendo vencido páreo de escola na
marca de 71s para os 1.100 metros.
12º Tanak: atuou em páreo de escola finalizando no 2º lugar na marca de
70,60s nos 1.100 metros.
12º Nosso Líder: foi visto marcando 52,40s para os 800 metros a moda da casa. 

INDICAÇÕES DOS CATEDRÁTICOS DO CRISTAL

JONATHAN MONTEIRO

1° páreo – Follow Me (9) – Miss Macbeth (6) – Energia Iberia (4)
2° páreo – Kilegal (3) – Síndico (4) – Negro Furioso (6)
3° páreo – Miss Encanto (7) – Docile Amore (5) – Ma Dai (2)
4° páreo – Antigo (4) – El Gatto Ladro (9) – Tablec (6)
5° páreo – Energia Existente (4) – Jeca do Mato (1) – Of Mind (9)
6° páreo – Ovunque (3) – Tchê Barbaridade (7) – Kacique Fon (1)
7° páreo – Pinta de Kraque (6) – Daniel Son (9) – Forte Fighter (10)
8° páreo – Weaver Thunder (1) – Olympic Love (56) – Vamos Para Dubai (3)
9° páreo – Lazona do Salso (1) – Super Sexy (2) – Life Is Too Short (5)
10° páreo – Lampe D’Aladin (8) – Shely Ann Fraser (1) – Cute And Sexy (3)
11° páreo – Cadete Dodge (1) - Golden Glan (9) – Novak (2)
12° páreo – Ganesha (3) – Mestre Haragano (7) – Nosso Maestro (10)

HERMES MARTINS

1° páreo – Energia Iberia (4) – Follow Me (9) – Bandidona (3)
2° páreo – Kilegal (3) – Negro Furioso (6) – Síndico (4)
3° páreo – Miss Encanto (7) – Ma Daí (2) – Docile Amore (5)
4° páreo – Jato Atômico (7) – Carcino (10) – Tablec (6)
5° páreo – Energia Existente (4) – Jeca do Mato (1) – Kendo Storm (6)
6° páreo – Kacique Fon (1) – Tchê Barbaridade (7) – Ovunque (3)
7° páreo – Pinta de Kraque (6) – Daniel Son (9) – Catequizado (3)
8° páreo – Weissmuller (6) – Weaver Thunder (1) – Olympic Love (5)
9° páreo – Lazona do Salso (1) – Super Sexy (2) – Life Is Too Short (5)
10° páreo - Lampe D’Aladin (8) – Madame Estrela (6) – Cute And Sexy (3)
11° páreo - Golden Glam (9) – Cadete Dodge (1) – Pokey Joe (6)
12° páreo - Nosso Maestro (10) – Mestre Haragano (7) – Ganesha (3)


NOS 400 METROS FINAIS



Snow Scotch e Usain Bolt
Por Fernando Rozano



Na linha do horizonte já despontam os primeiros sinais da Olimpíada em direção às areias de Copacabana, Ipanema, Leblon e tantas outras do Rio de Janeiro. Juntos, uma gama de provas em diversas modalidades do esporte. 

Entre elas, a hípica. E, claro, o atletismo que tem em Usain Bolt sua maior estrela. Essa muito em breve passagem pelo Brasil de atletas olímpicos trouxe para o lado do ídolo Bolt o Snow Scotch. O que os dois têm em comum, além de corredores? Records. O jamaicano é detentor de vários recordes nas distâncias de 100 e 200 metros rasos além das de revezamento. O alazão criado pelo Haras Nova Califórnia, cravou 90s exatos para os 1500 metros no piso natural do Cristal em 13.10.1980. 


E ficou dono da marca por uma década, talvez um pouco mais, talvez um pouco menos. Por óbvio, o atleta das pistas sintéticas é muito mais longevo que o puro sangue inglês e em épocas distintas. Todavia, outro ponto em comum os une independente do tempo que os separa: a característica lenta de largar para depois passar literalmente "por cima". É um espetáculo à parte assistir Bolt nas pistas. Vê-lo atravessar os metros como se fossem gotas de água deslizando para o mar deslumbra até o menos aficionado do atletismo. Suas chegadas arrasadoras, quase impiedosas para os adversários é uma espécie de bálsamo para as dores que às vezes as horas nos impõe. Pois a noite em que Snow Scotch cometeu a façanha de derrubar o tempo foi semelhante. Sonolento na partida, the flash no percurso, a ponto de comentar ao Mário Rossano, seu treinador, que ele havia disparado e o Juarez (Goulart Dutra), seu jóquei, não conseguir pará-lo. O Rossano esteve quase a beira do precipício ao ouvir o que dissera a ele. Depois, para piorar a situação, alguns colegas haviam registrado em seus cronômetros tempo ainda inferior ao oficial. Isso fica no folclore, uma vez que é impossível provar tais afirmações embora estivesse junto. 

Com Usain é diferente, há inúmeras câmeras de televisão, talvez mais ainda cronômetros distribuídos ao londo das pistas, e todos podem assistir não apenas a corrida mas também acompanhar o tempo gasto para vencer a distância. A vitória de um e de outro traz muitas recordações. Todas felizes, ainda que também em sua bagagem nessa passagem temporal haja a tristeza pelas derrotas. Faz parte, é para quem se arrisca a vencer. 

E tanto Snow Scocth quanto Usain Bolt, guardadas as devidas proporções - e que proporções, diga-se - percorrem nossa memória passada e presente com a mesma volúpia. O filho do platino Snow Park acumulou interessante cartel de vitórias, não o suficiente para ser uma lenda, mas uma história para quem o treinou, para muitos que o assistiram, para o seu treinador, interessados e está inscrito na tabela de todos os tempos como vencedor clássico e recordista.

Usain Bolt é e será para todo o sempre herói. Daqueles que nos fazem acreditar em dias melhores pelo empenho, pela garra, pela determinação, pela vontade de vencer. Corridas de cavalos e atletismo têm muito em comum. E nossos gritos de torcedores também.







A REUNIÃO QUE PASSOU...





































Por Leandro Mancuso, direto do Rio de Janeiro

Cristal, comentários e indicações - Quinta-Feira

1° Páreo: 3-9-1
BANDIDONA estreou e pegou uma égua boa pela frente, agora poderá vencer. FOLLOW ME sempre chegando atrasada desta feita poderá chegar a tempo. MALEDETTA não estreou de todo mal e pode ser boa pule na abertura do pick 3.
2° Páreo: 3-4-6
KILEGAL fez estreia de luxo e poderá vencer. Cuidado com SINDICO  que está atrasado na parceria. NEGRO FURIOSO no rigor do Gulart poderá surpreender os mais visados.
3° Páreo: 2-7-5
MA DAI  estava correndo provas mais fortes que essa. MISS ENCANTO está sempre chegando entre as primeiras. O melhor azar da prova é DOCILE AMORE que poderá se agradar na frente.
4° Páreo: 9-6-4
O veloz EL GATTO LADRO está na vez. Cuidado com  TABLEC  que levou uma corrida e já enfrentou parceria melhor que essa. ANTIGO é o tertius da dupla caso ocorra briga na primeira parte do percurso .
5° Páreo: 4-7-6
ENERGIA EXISTENTE pegou páreo camarada, deverá dar a primeira vitória ao aprendiz F DIAS. ABRAHÃO correu bem de trás na ultima e poderá secundar o indicado. KENDO STORM embora na redução é azar viável para trifeta.
6° Páreo: 7-1-3
TCHE BARBARIDADE é meu indicado, mais pelo aguerrimento do que qualquer outra coisa. KACIQUE FON é sua diferença embora não corra desde abril. OVUNQUE  demonstrou aptidão a pista do cristal e poderá surpreender os indicados acima.
7° Páreo: 4-1-9
VETTORINO  levou uma corrida, agora nessa turma é a pule boa do dia. TAKE ME NOW  fez um corridaço na ultima. DANIEL SON poderá ir a reabilitação desta vez.
8° Páreo: 5-1-6
OLYMPIC LOVE  ficou na vez, poderá ir a forra desta feita. WEAVER THUNDER é bastante regular, brigará pela vitória. WEISSMULLER  na redução precisa ser respeitado.
9° Páreo: 7-5-1
A atropeladora CRAZY WAR  poderá ir a forra desta feita. Deixo a veloz LIFE TOO SHORT  para formação da dupla. LAZONA DO SALSO deixo para formação da trifeta.
10° Páreo: 8-9-3
LAMPE D’ALADIN despencou de turma, mesmo na redução deverá vencer. INFORMAL CONCERT é bom azar para dupla. CUTE AND SEXY  foi prejudicada na ultima.
11° Páreo: 1-9-6
O veloz CADETE DODGE  pegou boa baliza e poderá fazer um laço a laço. GOLDEN GLAM mostrou melhoras na ultima, é inimigo. POKER JOE correu menos na ultima, mas aqui poderá surpreender.
12° Páreo: 4-3-10
GUBBIO  vem de vencer claiming de uma vitória em grande estilo em Cidade Jardim, ótima pule. GANESHA poderá atropelar em tempo caso haja briga na frente. NOSSO MAESTRO embora repicado, deixo para terceiro. PADU é nome de respeito na quadrifeta.

PROGRAMA OFICIAL




REVISTA CRISTAL - 21/07/2016

www.jockeyrs.com.br



By Mário Rozano
De Turf Un Poco
Articulista: Fernando Rozano - Nos 400 metros finais
Fotos: Acervo: Mário Joaquim Rossano e Internet (Usain Bolt)

Jockey Club do Rio Grande do Sul
MKT - Carol Strussmann
Presidente: Ricardo Fellizzola





Nenhum comentário:

De Turfe Um Pouco

De Turfe Um Pouco
Imprensa Internacional