sábado, 15 de outubro de 2016




Festival do Bento faz homenagem a Mário Rozano

 


O maior grande prêmio em pista de areia disputado no Brasil será corrido na tarde de sábado no Hipódromo do Cristal em Porto Alegre. O festival de provas começou quinta-feira, com a realização de dez provas, sendo destaques o Clássico Nestor Cavalcante de Magalhães e o Prêmio Mário Rozano.

Esse, na distância de 1200 metros, reuniu produtos de 4 anos sem vitória. Foi vencido por Étios, conduzido pelo jóquei N. Silva, treinado por C. D. Carvalho e de propriedade de Roberto Valdemir 
Aguiar da Costa. Após a recepção feita por seus fãs e interessados, o presidente do Jockey Club do Rio Grande do Sul, Ricardo Felizzola que, junto com a família de Mário Rozano, sua esposa Rejane e os filhos Gustavo e Leandro, ofereceu medalhas aos vencedores. Ao fazer uso da palavra, Felizzola lembrou a trajetória de Mário não apenas como um apaixonado pelo turfe, mas também pela sua origem, filho de um dos grandes ídolos das pistas do sul do país, Mário Rossano, e de seu incansável e amplo conhecimento das corridas de cavalos pela América do Sul além do seu jeito amável, educado e culto como ser humano.


Uma homenagem sensível a quem dedicou grande parte de sua vida as corridas de cavalos e tudo o que envolve o turfe. Na mesma tarde, a corrida principal foi dedicada a Nestor Magalhães, pessoa que durante décadas honrou o turfe em letras maiúsculas. A prova a ele dedicada, foi vencedor o promissor potro Kilegal, com C. Farias em sua monta. O filho de Unngari, de criação e propriedade do Haras Vale Verde, é trenado por L. Arias.

Uma tarde em que o sol se fez presente, iluminando os homenageados.


 Fernando Rozano
De Turfe Um Pouco

 By: Constanza Pulgar - De Turf Un Poco





Nenhum comentário:

De Turfe Um Pouco

De Turfe Um Pouco
Imprensa Internacional